Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

Archive for outubro, 2010

“Ensinar” provém do latim insignare e significa “enfiar signos na cabeça alheia”. É o tal do decoreba. Já, “educar” provém do latim docere e significa “conduzir”. É o tal do “faça o que digo, mas não faça o que eu faço”. Marcos Camargo




Há tempos observo suas asas elegantes cruzando os céus da cidade, tão logo os raios de sol começam a esquentar o ar nas primeiras horas da manhã. São as garças do Passeio Público que, em voos solitários, em duplas ou em pequenos grupos, dirigem-se aos seus campos de caça: os parques do Iguaçu, Barigui, São Lourenço, Bacacheri e Santa Cândida, sendo que algumas chegam até a Represa do Passaúna. É  …




Ao observar o comportamento dos nossos patrícios, percebemos que mineiro é mineiro, gaúcho é gaúcho, paulista é paulista, carioca é carioca e cearense é cearense. Prestando mais atenção notamos que em muitos estados há denominações específicas: barrigas-verdes, fluminenses, capixabas, potiguares, etc. E nós, paranaenses, quem somos? Com que nome deveríamos ser chamados?







Extraídas do livro “A Arte da Sabedoria Mundana”. De Baltazar Gracián – Editora Best Seller Compilações feitas por mim. A sorte tem suas regras, e para os sábios nem tudo depende do acaso. A sorte conta com a ajuda do esforço. Alguns se contentam em se colocar confiantes à porta da sorte, esperando que ela aja. Outros são mais sensatos, e a ultrapassam com uma audácia cautelosa. Amparada pela coragem e  …




Estava no aeroporto a espera de minha mulher que chegaria num vôo  – já atrasado. Localizei o portão de saída e me postei escolhendo um canto de onde podia enxergar melhor a chegada dos passageiros. Logo, os movimentos nervosos de uma senhora me chamaram a atenção. Era uma mulher simples, aparentando uns 40 anos,vestida como se houvesse se preparado para uma festa, para algo importante. Mostrava-se agitada, preocupada e portava um  …




A reclamação é geral, de um lado ouve-se: “Meu chefe é muito autoritário e controlador, não me deixa trabalhar.” Do outro: “É preciso rígido controle desta turma, senão fazem corpo mole e nada sai a contento.” Controle é bom, mas o seu excesso trava a criatividade e a espontaneidade das pessoas. E hoje, mais do que nunca, as empresas precisam de ambiente criativo e inovador.







Jobs inovou nos processos criativos em grupos da Apple e da Pixar – nestas empresas o processo criativo não segue uma seqüência de se passar a bola de um para o outro assim que o processo do departamento termina. Eles atacam os problemas em linha. Todos juntos em uma só direção. Só isso. Foco – ele ataca um problema de cada vez e vai até o fim. Enxerga o que interessa  …




Há que se colocar sutileza, emoção e inteligência. Cuidar antes dos interesses dos clientes para depois dos seus. Há que se saber a linguagem do invisível e do subentendido, saber afiná-la numa sintonia tão fina com aqueles que você quer cativar, quanto o mais fino fio de cabelo.
Andar através dos caminhos da comunicação como quem anda numa corda bamba. Saber centrar suas mensagens como o mais preciso cobrador de escanteios – bola direta na cabeça do zagueiro goleador.







O sucesso ou o fracasso das nações não depende de fatores econômicos ou de riquezas naturais, mas de como as suas instituições são montadas. Boas instituições nos levam, de forma natural à prosperidade. Inapropriadas à pobreza. Instituições não são somente valores jurídicos-legais ou a sistemas de governos, mas, sim de todos os valores, crenças, costumes e culturas consensualmente aceitos pela sociedade. Instituições positivas: confiança mútua, ética no trabalho e na política,  …




A magia do ato de se contar uma história não se resume à história contada, mas ao próprio ato. É o momento em que a imaginação de quem ouve – em geral o seu filho – encontra na história algumas das milhares de informações que a humanidade traz desde o seu aparecimento. Uma história banal de Joãzinho e Maria carrega uma sabedoria de milênios e já navegou por todos os povos da Terra. Por isso, por mais cansado que você esteja após um dia de trabalho, conte uma história para o seu filho. Se não puder inventar, leia. Mas não deixe de fazer isso, nunca.