Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

Já repararam que o passe de craque tem um estilo todo próprio. Geralmente é dado com um toque suave, de chapa, com a força muito bem calculada, como o toque de um taco em uma bola de bilhar. O craque passa a bola assim. Depende de o outro ter a habilidade e a esperteza de saber pegá-la. Para fazer este tipo de passe o craque tem que pensar por milésimos de segundos, porque está numa jogada e tem ladrão de bola por perto. Mas ele dá esta parada, calcula como um computador ultra rápido e dá o chutinho. Se a dupla for boa e jogar em cumplicidade, um prestando atenção ao que o outro vai pensar é quase gol certo. Esta é um das habilidades mais bonitas do futebol e quase sempre o passe é mais bonito que o gol. Foi assim com Pelé e Coutinho, Gerson e sua turma, Bebeto e Romário, Zico e Nunes, Ronaldinho e Eto, Ronaldo e Zidane, Maradona e Careca  e você deve se lembrar de outros. Este foi o caso do recente passe do Tcheco para o Marcos Aurélio que classificou o Coritiba de volta para a primeira divisão na ultima terça feira. Como dizia o mestre Nelson Rodrigues: a bola sabe quando vai ser o gol e se prepara para ele.

Você poderá gostar também de: