Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

Foi o monge Dionísio, o Pequeno, que viveu no século VI, quem se preocupou em estabelecer a data de nascimento de Cristo, fixada então em 25 de dezembro de 753 da fundação de Roma. A fonte para estabelecer tal data foi uma passagem do Evangelho de Lucas (2,1-2)

Naqueles dias, apareceu um edito de César, ordenando o recenseamento de todo o mundo habitado. Esse recenseamento foi o primeiro enquanto Quirino era governador da Síria. E todos iam se alistar, cada um em sua própria cidade. Também José saiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, para a Judéia, a cidade de Davi, chamada Belém… para se inscrever com Maria, sua esposa que estava grávida.

Mateus acrescentou a estrela dos Magos à narrativa e, o nascimento de Cristo no tempo do Reino de Herodes. Depois de muitos cálculos, Dionísio pensou que poderia estabelecer precisão para a morte de Herodes, mas enganou-se, pois ele morreu no ano 4 a.C. Idem para o tempo exato do recenseamento  que deve ter acontecido entre os anos 7 e 6 a.C. A data do nascimento do Cristo só foi adotada no século IX d.C (tempo de Carlos Magno). Os historiadores concordam que Cristo deva ter nascido cinco ou seis anos antes do que conhecemos.

A igreja acolheu a data de 25 de dezembro como noite de natal porque ela se sobrepõe as antigas celebrações do solstício de inverno (hemisfério norte). Era a festa de Mitra, deus da luz. Assim a festa do Natalis Solis, a festa do sol, transformou-se em Natal de Cristo.

Eu eu minha equipe desejamos a todos os nossos seguidores um ótimo Natal, e um próspero Ano Novo! Boas festas.


Você poderá gostar também de: