Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

Este assunto suavidade sempre me chamou a atenção, mesmo porque muitas vezes não sou nada suave no trato com as pessoas, mas eu me esforço. No nosso trabalho devemos cuidar para que as coisas sejam tratadas com suavidade. Quanto mais empenho, mais  força temos para colocar brandura no agir. É como um grande peso que se descola lentamente e vai deixando rastros eternos – assim como o deslizar de uma geleira.

Trabalhar com suavidade exige menos escolhas para se ter tempo de realizar sem pressa. O efeito é a imediata melhoria da produção e, por incrível que pareça, menos tempo de execução, pois o serviço quase nunca terá que ser refeito.

Substituir o hábito da grosseria pelo das maneiras suaves no agir e no falar é difícil, mas tem que ser perseguido, dia após dia, ano após ano. Os resultados serão cumulativos.

Ser um sujeito de modos suaves não significa ser covarde ou afetado. Um peso pesado pode ser suave no jabear e, ao mesmo tempo, imprimir muita força no seu golpe. Um chefe pode falar com suavidade e ser incisivo no mandar. É aí que mora a maestria do profissional.

Jamais me esqueço de uma cena que vi num documentário da Natgeo – uma mulher berbere preparando sua comida numa pequena fogueira, disse: “é preciso tratar o fogo com suavidade, vagar e ternura para a comida ficar gostosa”.

Você poderá gostar também de: