Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

Quando um sonho é importante e quer nos dizer alguma coisa, a gente desperta automaticamente. Ao acordar desse tipo de sono, o chamado “sono dos sonhos”, aproveite para capturar o recado. Se deixar para se lembrar depois, verificará que não se lembrará de mais nada. É por isso que muita gente diz que “não sonha”.

A técnica é rememorar o sonho várias vezes, sem se mexer na cama, depois registrá-lo em papel ou gravação. Procure descobrir a primeira interpretação e fique meditando sobre o que sonhou e que recado ele quis te passar. Muitas vezes, depois de capturar um sonho vou à mesa do escritório e faço desenhos sobre o assunto. É uma maneira de me conhecer melhor e aumentar o meu potencial criativo.

Esta é uma boa maneira de ter acesso ao mundo dos sonhos que perdemos com o tempo e com a invenção da luz artificial. O canal entre os sonhos e a vida acordada, tão comum aos nossos ancestrais, foi sendo fechado à medida que fomos comprimindo o período do sono. Com isso perdemos o contato com a nossa fonte de mitos e fantasias.

Colabore com sua opiniao sobre o assunto – conte sua experiencia.

Ao despertar do sono dos sonhos

Você poderá gostar também de:

  • Fabiano Vilaruel

    Ótimo! É isso. Desculpe mas vou me estender um pouco.

    Já fiz algumas gravações, com o gravador de voz do celular que repousa sempre ao lado direito da minha cama, logo que despertei dos sonos de alguns de meus sonhos mais agitados. Até o momento constatei que os sonhos que tive não passaram de variações "impressionantemente reais", com detalhes incríveis, de coisas que não resolvi bem em minha vida ou que preciso muito resolver e que ainda não encontrei a maneira mais harmoniosa de fazê-las. Quando ouço as gravações, admito que às vezes me assusto. Mas, ao mesmo tempo, fico fascinado com a minha capacidade de, sonhando, poder enfrentar os desafios com mais leveza. Na minha vida acordada eu sinto que sou assim também, costumo enfrentar os desafios com muito equilíbrio, porém, me sinto mais pesado. Preocupo-me demais com o reflexo das minhas ações nas outras pessoas. Sonhando acho que me preocupo mais comigo.

    Enfim, acredito que é a melhor auto ajuda que existe. Sem contar aqui o quanto desperto o meu lado criativo e minha capacidade de empreender, pois acabo me conhecendo melhor.

    Assim, também, faço com os sonhos que sonho acordado. Aquelas idéias mirabolantes que temos do nada. Anoto, gravo uma mensagem de voz, envio um email para mim mesmo, corro compartilhar com um amigo, ou seja, faço o possível para não perder nenhum detalhe. Muitos desses já viraram lindas realizações.

    Eloi, parabéns pelo post inspirador! Admiro seu trabalho, seu comportamento, seus pensamentos.

    Um abraço,

    Fabiano Vilaruel

    • Fabiano, voce tem toda razão. Chego a trabalhar meus sonhos por meses, revejo anotações, discuto com pessoas que entendem do assunto, desenho-os, etc. Sonhos são para serem trabalhados até acontecer o "clic" e a gente passa a "ser outro" – Incorporamos o proceder, isto é "jogamos para dentro do corpo." grato pelas palavras.