Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

Archive for the ‘Carreira’ Category

Não apresente-as com arrogância. Quanto maior for a arrogância na hora da apresentação de ideias, maior será a resistência às mesmas. Muitos se consideram os únicos criativos do mundo, que só eles têm o poder das “ideias geniais” e com isso conseguem de imediato a antipatia dos outros. Nas apresentações, muna-se de humildade, dê tempo para os outros falarem e escute-os com atenção. Tenha paciência com as perguntas, por mais  …




De vez em quando, algumas palavras entram no vocabulário corporativo, ganham força e correm à boca solta. É o caso de expressões como paradigma, escopo e sustentabilidade. Algumas, genéricas demais para dar precisão sobre os seus significados, são muito faladas e pouco compreendidas.




O mercado editorial tem lançado com sucesso, nos últimos anos, milhares de livros sobre autoajuda. Alguns especialistas da área creditam interesse tão grande por este tema à nossa carência afetiva e à baixa autoestima do nosso povo. Soma-se a esta fragilidade uma eterna espera por soluções milagrosas.




Já participei de centenas de seminários e convenções e conduzi outros tantos workshops e reuniões de brainstorm. Sempre aparecem dúvidas sobre a diferença entre os tipos de reuniões. Aqui vai uma ligeira explicação.




É preciso observar os sinais

André Meijer é um cientista holandês que vive há tempos no litoral do Paraná, região de Antonina e Guaraqueçaba, onde observa a natureza por meio dos seus mais delicados sinais.







O exemplo da construção da própria obra como motivação daquele que a constrói serve de metáfora para nossa vida pessoal e profissional. Quantos estão em um bom projeto ou em uma boa empresa e não percebem o bom momento que estão vivendo? Por isso, pergunte-se: “O que estou construindo nesta fase da minha vida: uma carreira, uma casa, uma empresa ou um patrimônio financeiro? Qual desses trabalhos me motiva mais?”







Está cada vez mais difícil manter bons funcionários trabalhando conosco por longo tempo. Vendedores de loja, por muito pouco, mudam de patrão. Profissionais bons são raros e recebem ofertas constantes para mudar de casa. Como alguns, ao sair, levam para a concorrência uma expressiva clientela, é mais barato tentar mantê-los.







Ela está em toda parte, nas empresas de todos os portes, sofisticadas, técnicas, canteiros de obras, chão de fábrica – daí o nome, nas universidades, nas famílias, na vizinhança, entre amigos e inimigos e, principalmente, no ambiente governamental. Ela corre solta entre os políticos, que a alimentam e usam como arma torpe contra os seus desafetos.




Percebo, nas convenções empresariais, o esforço que fazem alguns  diretores em tentar transmitir aos colaboradores as estratégias e os planos para o futuro. Exige-se compromisso, obediência plena, muitas vendas, dedicação e comprometimento eterno com a empresa.