Blog do Eloi Zanetti – Consultoria, Palestras e Artigos de Marketing, Criatividade e Vendas

Blog do publicitário e escritor Eloi Zanetti. Consultoria, palestras, artigos e tudo o que você precisa saber sobre marketing e vendas. Curitiba – PR | Rua Senador Saraiva 78 | Telefone 3026-0222

  • RSS
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail

You need to upgrade your Flash Player to version 10 or newer.

Vermeer (1652), pintor holandês, descobriu os efeitos da fotografia moderna uns 250 anos antes da invenção da máquina fotográfica. Ao focarmos um objeto próximo desfocamos o que está longe e vice-versa.




Era o Brasil querendo ser grande. A Segunda Guerra havia terminado há dez anos, mas ainda guardava resquícios. A Siderúrgica de Volta Redonda era sinônimo de orgulho nacional e a Petrobras, recém criada com o lema o Petróleo é Nosso, só iria deslanchar na prospecção e descoberta 50 anos depois.







Quando for escrever use a técnica de “brincar” com a escrita. As tarefas ficam melhores quando brincamos com elas. Faça as coisas por dileto – ou seja por gosto, e não por obrigação. Elas ficam mais criativas.




O sucesso do ardil depende da exatidão com que se avalia esta reação. O uso eficiente da artimanha exigirá que se saia de “si” e olhe o outro lado. Saber permanecer, ao mesmo tempo em “si” e no outro é fator de sucesso.







Fiz este vídeo para o Congresso De Unidades de Conservação.
O conceito é: “Como o Brasil foi visto e comentado pelos primeiros viajantes cientistas. Para tanto li mais de 60 livros de relatos de viagens, separei as melhores frases, dividindo nosso país em: chegada, praia, subida serra do mar, planalto, Brasil central, campos gerais e praia de novo, finalizando com a carta de Pero Vaz de Caminha – onde tudo começou. As imagens são de Haroldo Palo Junior.







Vejam o que falou o Richard Burton – explorador inglês – em 1868 – Está no seu livro “Viagem do Rio de Janeiro as minas de Morro Velho.” – Burton viajou quase o mundo todo, falava com perfeição 28 idiomas, foi tradutor das Mil e Uma Noites e do Kama Sutra. Ele sabia o que falava. Em seu livro sobre o Brasil faz severas críticas a outros exploradores que estiveram aqui antes e “escreveram bobagem.”







Um dos cursos mais difíceis que fiz na minha vida foi o de ator cômico com o Mauro Zanatta na Escola do Ator Cômico de Curitiba. Precisava adquirir mais domínio de palco para as minhas palestras e me meti com o pessoal da área. Foi divertido, me submeti ao ridículo total durante vários meses e de tanto esfolar o couro saí melhor do que entrei.  Minha gratidão ao mestre generoso.  …




Assisti a um bom tempo atrás a uma pesquisa sobre o mercado popular brasileiro. Uma ampla fotografia sobre a vida na periferia das nossas cidades. Desde o Plano Real o poder de consumo do pobre mudou. O mercado popular cresceu, e muito, e quem percebeu está correndo para acompanhá-lo. Nossas agencias se preparam para falar com este novo consumidor que somam 120 milhões de pessoas. Olhando a pesquisa, um recado  …




Trabalhar em marketing é manter constante atenção com as transformações do mercado, exercendo um olhar acurado sobre o comportamento das pessoas. Uma dessas mudanças mais curiosas, dos últimos tempos, foi o surgimento do interesse, principalmente por parte dos homens, pelos assuntos da arte da culinária.